Portos e Terminais: Belém | Miramar
|  Outeiro
| Vila do Conde | Santarém | Itaituba | Óbidos | Altamira | São Francisco | Marabá
Voltar Principal
Home
Menu
Informações Institucionais
»
Serviços
»
Legislação
»
Informações Operacionais
»
Editais de Licitação
»
Contatos Úteis
»
Relatório de Gestão
Acompanhamento de Gestão
Processos de Contas Anuais
Demonstrativos Contábeis
ISPS-CODE
Museu do Porto
Galeria de fotos
Links
Acesso rápido
.:
SCAP
SISPROL
Web Mail
Programação de Navios
Tábua das Marés
PDZ
Espadarte
Downloads
Informativo Docas do Pará
CIPA
PEAT - Porto de Santarém
ISMAS
Artigos
Histórico
Porto de Belém
Porto de Vila do Conde
 
Histórico do Porto de Belém

Devido a constante presença de estrangeiros no Pará, notadamente ingleses, franceses e holandeses, foi organizada uma expedição com cerca de 200 homens e 3 embarcações: "Santa Maria da Candelária", "Santa Maria da Graça" e "Assunção". Sob o comando de Francisco Caldeira Castelo Branco, em 12 de janeiro de 1616, a expedição conquistou o território, lançando os fundamentos de uma casa forte, recebendo em nossos dias a denominação de Forte do Castelo e a região, chamada de Nossa Senhora de Belém.

No início do século XX a Amazônia despontava como a maior produtora de borracha do mundo. Com isso crescia a afluência da navegação e logo surgiu a necessidade de se construir um porto em Belém, pois os trapiches existentes na época eram ineficientes, perigosos e enfeiavam a cidade. Portanto, Belém estava fadada a ser uma grande metrópole, pois sua privilegiada situação geográfica no estuário amazônico lhe garantia, futuramente, tornar-se um importante centro urbano, pois praticamente todo o comércio da região, forçosamente, teria que passar pelo seu Porto.

O homem de negócios, natural da Pensilvânia - Estados Unidos, Percival Farquhar (1864-1953), depois de participar da organização da LIGHT AND POWER em São Paulo e no Rio de Janeiro, recebeu autorização para executar diversas obras no cais da cidade de Belém, através do Decreto n.º 6.283, de 20.12.1906, conseguiu a concessão para explorar os serviços portuários, através da empresa PORT of PARÁ Co.

Percival Farquhar retirou todos os trapiches existentes em frente à cidade e no mesmo local construiu o Porto de Belém, inaugurando em 02.10.1909, 120 metros de cais e o primeiro armazém de 20 por 100metros. Quatro anos depois, em 1913, o Porto já estava com 1.718 metros de cais acostável e 15 armazéns.

O Decreto Lei n.º 2.154, de 27.04.40, criou a SNAPP – Administração Autônoma dos Serviços de Navegação da Amazônia e de Administração do Porto do Pará e o Decreto Lei n.º 2.436, de 22.07.40, passou para a União as instalações portuárias de Belém.




Companhia Docas do Pará - Autoridade Portuária
Av. Presidente Vargas, 41,CEP 66010-000, Belém - Pará - Brasil Tel: (91) 3182-9000
CNPJ: 04.933.552/0001-03
E-mail:asscom@cdp.com.br